Presidente de Angola altera composição do Governo e substitui chefias em Instituições


Download PDF

O Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, alterou a composição do Governo e substituiu chefias nas “Forças Armadas” e no “Banco Nacional de Angola”.

A remodelação envolveu a nomeação de Sebastião José António Martins para “Ministro do Interior” e a exoneração de Manuel Nunes Júnior, que ocupava o cargo de “Ministro de Estado e da Cooperação Econômica”. Este Ministério foi extinto e substituído pelo “Ministério da Economia”, com a direção de Abraão Gourgel, que estava à frente do “Banco Nacional de Angola”.

Quanto às “Forças Armadas”, Francisco Furtado deixou o cargo de “Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas” (CEMGFA), e foi substituído por Geraldo Sachipengo Nunda, antigo general da UNITA.

No mesmo conjunto de alterações, o “Chefe de Estado” angolano procedeu ainda mudanças secundárias, onde Job Graça passou a ocupar o cargo de vice-ministro do Planejamento para a área macroeconômica e o general Barros Nguto tornou-se o novo vice-CEMGFA.


Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

 
Mestranda em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Também atua como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED). Na BRICS-PED também atua como CEO da Câmara Bilateral Brasil-Rússia. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP.