Home / NOTAS ANALÍTICAS / ECONOMIA INTERNACIONAL / ÁFRICA / [:pt]Escassez de divisas impulsiona Angola ao controle sobre importações[:]

[:pt]Escassez de divisas impulsiona Angola ao controle sobre importações[:]

Download PDF
[:pt]

Sustentado em 95% pelas rendas do petróleo, o valor das exportações angolanas vem baixando drasticamente desde 2014, momento em que o preço internacional do petróleo passou a cair no mercado global. A deterioração das exportações impactou negativamente o fluxo de divisas na economia angolana, prejudicando a capacidade de importar bens de capital e outros bens de consumo.

Tendo em vista este cenário de escassez de divisas, bem como um cenário futuro pouco provável de aumento do preço do petróleo, o Governo angolano tem atuado para encontrar fontes alternativas de controle e manutenção de divisas dentro do território nacional. Na semana passada, mais uma nova medida neste sentido foi projetada pelo Governo como possível de ser reinstaurada em breve.

Trata-se do requerimento a importadores ao pagamento de seguros locais, ao invés de seguros internacionais, no ato da importação de mercadorias. Em outras palavras, a medida implica na contratação de seguros com empresas locais, efetuados em dólares, diminuindo a evasão de divisas no ato de contratação de seguros internacionais. A medida já foi aceita pelo Conselho de Ministros.

Se promulgada, a medida se somará a tantas outras já conduzidas pelo Governo angolano para diminuir a evasão de divisas do país. Entre elas está a suspensão do limite máximo de hard currency* para viajantes. A medida havia suscitado a criação de um mercado paralelo de divisas, o que impactou consideravelmente na oferta destas no mercado legal.

Além disso, o comércio Sul-Sul tem sido estimulado com o intuito de criar mercados alternativos para o escoamento e incremento das receitas de exportação, tendo em vista que o principal parceiro comercial de Angola, a China, tem observado uma redução no ritmo de crescimento econômico.

A Indonésia, por exemplo, tem ocupado gradativamente um espaço maior na diplomacia e no comércio exterior não somente de Angola, mas de outras nações subsaarianas. O encontro da semana passada entre os ministros das relações exteriores da Indonésia e de Angola foi pautado, principalmente, na discussão de acordos nas área da construção civil, da exploração de gás e petróleo e na possibilidade de investimentos na agroindústria angolana. “Nós assinamos três importantes acordos, os quais consolidarão e acelerarão a cooperação entre Angola e Indonésia”, afirmou Georges Chikoti, Ministro das Relações Exteriores de Angola.

Interações diplomáticas e mercantis sofrem drásticas mudanças com panoramas econômicos diferentes. Com o arrefecimento chinês e a redução drástica do valor das exportações angolanas, tendemos a observar nos próximos anos a participação cada vez maior de outras nações do Globo Sul nas relações políticas e econômicas de Angola.

———————————————————————————————–                    

* Hard Currency é o termo empregado para referir-se a moedas amplamente trocadas ao redor do mundo e com flutuações mínimas em seu valor ao longo do tempo. São elas, por exemplo, o dólar americano, o euro e o iene.

———————————————————————————————–                    

Imagem 1 Angola” (Fonte):

https://en.wikipedia.org/wiki/Angolan_Civil_War

Imagem 2 Edifício da Sonangol (Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola), empresa angolana estatal, responsável pela exploração de Petróleo e Gás Natural” (Fonte):

https://pt.wikipedia.org/wiki/Sonangol

Imagem 3 Jacarta, capital e maior centro comercial da Indonésia” (Fonte):

https://pt.wikipedia.org/wiki/Indonésia

[:]

About Pedro Frizo - Colaborador Voluntário

Economista pela ESALQ–USP, com último ano cursado na “Universitat de les Illes Balears”, na Espanha, e na “University of Illinois at Urbana-Champaign”. Com foco de atuação na área de Economia Internacional, Sociologia Econômica e Economia Política. Escreve no CEIRI Newspaper temas relacionados à economia e política africana.

Check Also

Medidas governamentais de atenuação dos efeitos da seca em Cabo Verde

Cabo Verde enfrenta um período de estiagem severa que se prolonga desde o início deste ...